quarta-feira, julho 11, 2012

I hate myself for being such a letdown.






«Eis algumas das coisas que aprendi na vida:


Que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isto.


Que levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la.


Que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam.


Que as circunstâncias e o ambiente têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.

Que ou você controla seus atos, ou eles o controlarão.

Aprendi que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.

Que paciência requer muita prática.

Que existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar isso.

Que algumas vezes a pessoa que você pensa que vai lhe dar o golpe mortal quando você cai, é uma das poucas que lhe ajudam a levantar-se.

Que só porque uma pessoa não o ama como você quer, não significa que ela não o ame com tudo o que pode.

Que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens: seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Na maioria das vezes você tem que perdoar a si mesmo.

Que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido; "o mundo não pára, esperando que você o conserte".»





"And you're the one telling me that you don't think
I might be a fan of your insolence
But that don't make you the innocent
You're just like the rest of those girls"

2 comentários:

joana ; disse...

mas devia esperar ou ensinar-nos a compor o nosso próprio coração*

Ana Gonçalves disse...

Adorei este post. Grandes verdades!