domingo, janeiro 29, 2012

You can sin or you can spend the night alone.

"Vestiu-se para um baile que não há.
Sentou-se com as suas últimas jóias
E olha para o lado, imóvel.

Está vendo os salões que se acabaram,
embala-se em valsas que não dançou,
levemente sorri para um homem.
O homem que nunca existiu.

Se alguém lhe disser que sonha,
levantará com desdém o arco das sobrancelhas,
Pois jamais se viveu com tanta plenitude.

Mas para falar de sua vida
tem de baixar as quase infantis pestanas,
e esperar que se apaguem duas infinitas lágrimas."

"Retrato de Mulher Triste" de Cecília Meireles.




"I, I'm a little divided, do I stay or run away and leave it all behind?"

domingo, janeiro 22, 2012

Your past has you, in the choke hold.



"O que é preciso é entender a solidão! 

O que é preciso é aceitar, mesmo, a onda amarga 
que leva os mortos. 

O que é preciso é esperar pela estrela 
que ainda não está completa. 

O que é preciso é que os olhos sejam cristal sem névoa, 
e os lábios de ouro puro. 

O que é preciso é que a alma vá e venha; 
e ouça a notícia do tempo, 
e. entre os assombros da vida e da morte, 
estenda suas diáfanas asas, 
isenta por igual. 
de desejo e de desespero. "

Cecília Meireles.




"Then, it seemed like a one car car wreck
But I knew it was a horrid tragedy.
Ways to make the tiny satisfaction disappear."

terça-feira, janeiro 17, 2012

"We never noticed the beauty because we were too busy trying to create it."





"Como se morre de velhice 

ou de acidente ou de doença, 

morro, Senhor, de indiferença. 

Da indiferença deste mundo 

onde o que se sente e se pensa 

não tem eco, na ausência imensa


Na ausência, areia movediça 

onde se escreve igual sentença 

para o que é vencido e o que vença. 

Salva-me, Senhor, do horizonte 
sem estímulo ou recompensa 
onde o amor equivale à ofensa. 

De boca amarga e de alma triste 
sinto a minha própria presença 
num céu de loucura suspensa

(Já não se morre de velhice 
nem de acidente nem de doença, 
mas, Senhor, só de indiferença.)"

Como se morre de Velhice, por Cecília Meireles.




"Hate today, no love for tomorrow, 
we're all stars now in the dope show"

segunda-feira, janeiro 16, 2012

Dear heart, why do you hang on when all you feel hurt?

   
"Tenho visto alguma coisa do mundo e apontado alguma coisa do que vi. De todas quantas viagens, porém, fiz, as que mais me interessaram sempre foram as viagens na minha terra. 
   Se assim o pensares, leitor benévolo - quem sabe? -, pode ser que eu tome outra vez o bordão de romeiro e vá peregrinando por esse Portugal fora, em busca de histórias para te contar."

(in Viagens na minha Terra, de Almeida Garret)



"Yesterday I was dirty, wanted to be pretty
I know now that I'm forever dirt"

domingo, janeiro 15, 2012

"No gun. No bullets. Just words and a girl."

"Life's but a walking shadow, a poor player that struts and frets his hour upon the stage and then is heard no more: it is a tale told by an idiot, full of sound and fury, Signifying nothing."
(William Shakespeare, in MacBeth)




"I didn't want to know, I just didn't want to know
Best to keep things in the shallow end 'Cause I never quite learned how to swim

I just didn't want to know"