domingo, setembro 11, 2011

And here I rest, where disappointment and regret collide.

   "Nao dormes comigo 'a noite quando eu me volto e torno a voltar na  cama, buscando um sono que te apague de mim, que afaste as perguntas que entao me devoram "Onde estara' ele agora? Estara' sozinho em casa, sofrendo por minha causa? Estara' acompanhado, dando a outra mulher o que ja' nao tenho dele? ..." .(...) E que sabes tu do meu sono? Que, imaginas tu da minha noite? Sabera's tu que as mais felizes sao aquelas em que chego 'a cama e adormec'o, como na mu'sica de Simone, "Eu nao me lembro, nem esquec'o - adormec'o".

(Conteu'do censurado), Miguel Sousa Tavares.

4 comentários:

joana ; disse...

identifico-me imenso com o texto. Adoro, claro.

Lizzie disse...

gosto muito =)

Litopedian disse...

Eu acho que este e' um daqueles textos que nos toca ca' dentro - pelo menos, para quem ja passou por estas situac'oes

C'est la vie, je pense ...

joana ; disse...

nisso tens razão, é impossível não sentir um arrepio ao lê-lo , ao perceber que é aquilo que vemos no espelho todas as noites.